10% DE DESCONTO – CUPOM MAISCOLOR

Maca peruana andina: para que serve, benefícios, indicação e valor

Um dos motivos que podem ter te trazido até aqui é a busca por um alimento rico em nutrientes. Essa é uma das características da maca peruana andina, que é um alimento funcional, ou seja, tem benefícios para a saúde com consumo diário na quantidade adequada e recomendada.

Muito tradicional na Cordilheira dos Andes, a maca peruana andina é uma raiz de nome científico Lepidium meyenii Walp (Fam. Brassicaceae) conhecida por ser plantada em grandes altitudes. O processo de produção envolve técnicas ancestrais e tradicionais bem características da região do Andes, aspecto fundamental para garantir a qualidade do produto consumido.

A altitude, com todas as suas características climáticas e de solo, é fundamental para se obter maca peruana da mais alta qualidade. E essa é uma primeira dica importante: se você procura maca peruana de qualidade, verifique se o plantio da maca peruana que você consome acontece acima dos 4.000m de altitude.

Apesar do nome maca peruana, a raiz não é exclusiva do Peru, e sim de toda extensão da cordilheira dos Andes.

A maca peruana andina pode ser encontrada na forma de cápsulas ou em pó e possui um sabor de caramelo maltado, que pode ser mais suave de acordo com a variedade da raiz. Com a leitura deste artigo, você vai esclarecer dúvidas sobre benefícios, indicação, como saber se a maca peruana andina é verdadeira, efeito colateral e para que serve.

Para que serve maca peruana andina

Subestituta da tribulus terrestris

A maca peruana andina é um alimento funcional recheado de nutrientes na composição, como indica pesquisa publicada pela NutritionData.

Os benefícios são possíveis graças a composição nutricional da maca peruana andina que é de:

  • 59% de carboidratos;
  • 14% de proteína;
  • 8,5% de fibra;
  • e 18,5% por aminoácidos essenciais e não essenciais, ácidos graxos livres, niacina e vitaminas B1, B2 e C.

Viu só? É um superalimento. Não é por acaso que é milenarmente consumido pelos povos nativos dos Andes, apresentando valor nutritivo muito superior ao de alimentos como batatas ou cenouras.

Benefícios e indicação da maca peruana andina

Consumida há séculos pelos povos andinos como fonte de energia para realização de trabalhos exigentes para o corpo, a maca peruana andina é um alimento que proporciona diversos benefícios para a saúde, o que fica claro só de ver a sua composição, que listamos no tópico anterior.

Os incas denominavam a maca peruana de “alimento do cérebro”, afirmando que a raiz andina trazia equilíbrio ao corpo.

Se você procura um alimento capaz de te fornecer bastante energia e vitalidade, com alto valor nutritivo, a maca peruana pode ser uma aliada.

Maca peruana Color Andina é boa? Veja alguns diferenciais

A maca peruana andina da Color Andina tem a fase inicial de produção com o plantio em uma altitude de mais de 4.000 metros. O clima frio e seco com solo rico em nutrientes é o diferencial para o processo de produção, pois proporciona resistência e, consequentemente, elimina o uso de substâncias industriais.

A maca é uma raiz andina. O seu plantio em altitude, graças a todas as condições climáticas desta região (Andes), resulta em um produto com características sensoriais de alta qualidade (cor, sabor e nutrientes), e o mais importante, uma raridade nos dias de hoje: produtos de fato naturais, em toda sua plenitude.

Outro aspecto importante para a pureza e qualidade da maca peruana andina da Color Andina é que ela é colhida apenas uma vez ao ano. O curioso é que, todos os anos, as sementes são guardadas para garantir a próxima safra do alimento funcional.

A Color Andina possui uma forte parceria com famílias do povo andino da etnia Quéchua para o processo de produção. Dessa forma, é possível contribuir com sustentabilidade e a qualidade de vida da população local, e ainda preservar as técnicas ancestrais que dão mais qualidade e pureza ao alimento.

A produção da maca peruana andina por famílias andinas ainda reduz a quantidade de água usada, pois o processo de plantação só utiliza água das chuvas e a planta não é caracterizada por precisar de irrigação e manejo de grandes volumes de água.

Todos os diferenciais são voltados para o compromisso da Color Andina de ser uma empresa familiar e brasileira com produção de alimentos naturais e com agricultura sustentável. E o melhor é que todo esse processo é livre de adição de amidos ou conservantes (a maca color andina é pura), além da maca peruana andina ser natural, vegana e sem glúten.

Como é produzida a maca peruana andina

Você já sabe que a produção da maca peruana andina da Color Andina é feita na Cordilheira dos Andes pelos povos andinos, mas é interessante saber como funciona o passo a passo para o alimento funcional chegar na sua casa. Quando chega o momento da colheita, veja o passo a passo que acontece:

  • Colheita manual
  • Acondicionamento em cesto de vimes para secagem ao sol: isso é fundamental para preservação dos nutrientes e açúcares da maca, resultando em um produto de máxima qualidade
  • Moagem da maca: é realizada pelos próprios povos nativos

As etapas, finalizando com a maca peruana andina moída, chegam a Color Andina, que oferta o produto em cápsulas ou em pó, nas três variedades: maca peruana amarela; maca peruana preta; ou maca peruana vermelha.

Como consumir e qual a quantidade de maca peruana por dia

A maca peruana andina deve ser consumida antes das principais refeições, como é o caso do café da manhã. Já a quantidade varia de acordo com o formato do alimento, sendo que, se você optar pela praticidade das cápsulas, serão duas por dia. Essa opção é a escolha certa daqueles de quem possuem uma rotina sem tempo para o preparo dos alimentos, pois só é necessário um copo de água ou suco para ingestão.

Se preferir incluir a maca peruana andina em pó nas receitas deverá inserir 3 gramas uma vez ao dia. A maca peruana andina em pó pode ser usada em receitas de massas, pães, bolos, frutas e patês, além de ser possível adicionar em sucos, vitaminas, iogurte e shakes.

É importante lembrar que a maca peruana andina é um alimento e, para atingir os benefícios, é preciso manter a frequência de consumo diário. Também é fundamental se consultar com seu médico ou nutricionista para um encaixe perfeito da maca peruana na sua rotina alimentar.

Maca peruana andina: quando começa a fazer efeito?

Substituta natural da Tribulus Terrestris

Cada ser humano é único e isso faz com que os benefícios da maca peruana andina também sejam individuais. Não se esqueça que a maca peruana andina é um alimento, e, como todo alimento, deve ser consumido diariamente na quantidade adequada para obter os resultados desejados.

Malefícios e efeito colateral da maca peruana andina

Afinal, quem não pode tomar a maca peruana andina? A maca peruana andina não é indicada para gestantes ou lactantes, pois ainda não há estudos que comprovam a segurança da raiz para alguns grupos.

As recomendações ainda são de que idosos e pessoas com quadros de saúde graves ou com problemas hormonais consultem o médico ou o nutricionista antes de iniciar o consumo. Afinal, nestes casos é preciso uma avaliação para verificar se o alimento funcional será ou não incluído na alimentação diária do indivíduo.

Como saber se a maca peruana andina é verdadeira?

Se você se preocupa com a sua saúde, é importante estar atento com a qualidade dos alimentos que você consome. A realidade não é diferente para a maca peruana andina, pois as empresas devem ter um rótulo com informações precisas sobre a pureza do produto, local e forma de plantio, colheita e distribuição.

A Color Andina possui maca peruana andina em cápsula e pó sem adição de amidos ou conservantes. É natural, vegana e sem glúten, fruto de uma parceria única com povos nativos dos Andes.

Nós somos pioneiros em maca peruana no Brasil e recomendamos muito que você pesquise com clientes nossos: você com certeza receberá a indicação de que somos referência na qualidade de maca peruana.

Conheça a substituta natural da tribulus terrestris em pó ou em cápsulas: benefícios e onde comprar

A tribulus terrestris em pó é derivada da planta medicinal de mesmo nome que também é chamada de Gokshura ou de Gokharu, conhecida por ter propriedades que contribuem para diversos aspectos da saúde.

Seus benefícios podem ser encontrados na maca peruana preta que é uma substituta natural da tribulus terrestris em pó ou em cápsulas. Com a leitura deste artigo você vai esclarecer dúvidas sobre benefícios, para que serve, como funciona, quantas colheres ou doses colocar, como fazer o preparo de receitas com ela, como usar ou consumir, preço, possíveis efeitos colaterais, quanto tomar, quanto tempo demora para a substituta da tribulus terrestris em pó fazer efeito, se ela funciona mesmo e onde comprar a substituta natural da tribulus terrestris em pó.

Qual é a substituta natural da tribulus terrestris em pó ou em cápsulas?

Subestituta da tribulus terrestris

Conhecida como substituta natural da tribulus terrestris em pó ou em cápsulas, a maca peruana preta é um dos tipos da raiz Lepidium meyenii Walp (Fam. Brassicaceae). A maca é uma planta cultivada em grandes altitudes e, ao menos o seu processo de cultivo tradicional, que tem mais de mil anos, envolve técnicas ancestrais e tradicionais dos povos da região da Cordilheira dos Andes.

A substituta natural da tribulus terrestris em pó é rica em aminoácidos, fito nutrientes, ácidos graxos, vitaminas e minerais. Confira a composição divulgada em pesquisa nutricional publicada no NutritionData:

·         59% de carboidratos, que, ao combinar com outros nutrientes, pode contribuir com o aumento da energia.

·         14% de proteína vegetal biodisponível, facilitando a assimilação do corpo.

·         8,5% de fibra, que estimula a função intestinal.

·        Aminoácidos essenciais e não essenciais, ácidos graxos livres, niacina e vitaminas B1, B2 e C.

Além da maca peruana preta (substituta da tribulus terrestris em pó ou em cápsulas), é possível encontrar outros dois tipos no mercado:

     Amarela: é a mais comum entre as variedades.

     Vermelha: é conhecida pelos benefícios para as mulheres.

 

Independentemente do tipo, as cores não interferem na coloração do produto que chega ao consumidor final, pois essa cor fica apenas na casca e não no interior do produto. Ou seja, a substituta da tribulus terrestris em pó terá sempre uma cor castanho claro, a cor do interior da raiz.

Benefícios e para que serve a substituta da tribulus terrestris em pó ou em cápsulas

A composição da substituta natural da tribulus terrestris em pó ou em cápsulas a torna um alimento funcional, com uma série de benefícios para nossa saúde. Os incas a chamavam de “viagra dos incas” e também “alimento do cérebro”, em referência a melhora do desempenho cerebral.

O UOL listou 10 benefícios da Maca Peruana, substituta natural da tribulus terrestris, sendo eles:

  • Controle da diabetes
  • Ajuda a emagrecer, pois dá sensação de saciedade devido a grande quantidade de fibras e carboidratos complexos na sua composição
  • Aumenta a fertilidade masculina
  • Diminui sintomas da menopausa
  • Ajuda a combater radicais livres
  • Melhora o humor
  • Aumenta as taxas de bom colesterol
  • Diminui a hipertensão
  • Dá mais energia, ajudando na prática de atividades físicas
  • Aumenta a imunidade

Todos os benefícios da maca peruana listados acima podem ser encontrados na matéria do UOL, assinada pela nutricionista Luisa Volpe.

A substituta natural da tribulus terrestris em pó ou em cápsulas funciona mesmo?

É importante ressaltar que a substituta natural da tribulus terrestris em pó ou em cápsulas é um alimento funcional. Isso significa que os efeitos não são imediatos e o tempo para perceber os benefícios varia de acordo com cada organismo. Como todo alimento, para que funcione, é necessário o consumo regular.

No caso da maca peruana preta, a substituta natural da tribulus terrestris, a recomendação é que o consumo seja diário, sempre ao café da manhã, e de aproximadamente 1g.

Substituta da tribulus terrestris em pó ou em cápsulas: como usar, como utilizar, quantas colheres, quantas doses e quanto tomar

Se você tem alguma dessas dúvidas sobre “como usar, como utilizar, quantas colheres, quantas doses e quanto tomar” da substituta natural da tribulus terrestris em pó ou em cápsulas, confira:

  • Cápsulas: é recomendado consumir duas cápsulas de 500mg ao dia.
  • Pó: é recomendado consumir uma porção de 1 grama ao dia. É possível incluir em sucos, vitaminas, shakes, massas, pães, bolos, frutas, patês e iogurte.

Como fazer receitas com a substituta natural da tribulus terrestris em pó

Sorvete da substituta da tribulus terrestris em pó

A maca peruana preta em pó, que é substituta natural da tribulus terrestris em pó, pode ser preparada de diversas maneiras, como sucos, iogurtes, shakes, bolos ou até em pães. Algumas pessoas que têm mais pressa simplesmente misturam com água; ou então preferem o consumo da maca peruana preta em cápsulas, o que agrega muita praticidade para ingerir a substituta natural da tribulus terrestris.

Pela grande variedade de opções, selecionamos uma receita de sorvete com maca peruana para te inspirar na hora de preparar o alimento.

Para fazer o sorvete, você vai precisar de:

  • 280g de banana verde amassada;
  • 1 colher de sopa de cacau em pó Color Andina;
  • 2 colheres de sopa de mel;
  • 20g de gema, que é aproximadamente uma gema;
  • Adoçante natural stévia da Color Andina;
  • 120 ml de leite (semi-desnatado, desnatado ou leite vegetal);
  • 1 colher de chá de Maca Peruana da Color Andina.

Efeitos colaterais da substituta da tribulus terrestris em pó: quais são, como funciona e quem pode tomar

A indicação da maca peruana preta, substituta da tribulus terrestris em pó, não engloba grávidas ou mulheres que estejam amamentando. Isso acontece pois não tem estudos científicos que garantam a segurança do alimento para ambos os grupos.

Além disso, pessoas com quadros de saúde graves ou com problemas hormonais devem sempre consultar o médico ou o nutricionista sobre o consumo para não ter efeitos colaterais.

Conheça a Black Maca ou maca peruana preta da Color Andina. Perfeita para substituir a tribulus terrestris em pó!

Substituta natural da Tribulus Terrestris

Entre as opções de maca peruana preta, que é substituta natural da tribulus terrestris em pó, ou em cápsulas, está a Color Andina. O principal diferencial é que a produção do alimento conta com a parceria de 2 comunidades e 33 famílias da etnia Quéchua da Cordilheira dos Andes.

Além de garantir a tradição da técnica milenar de cultivo, a parceria da Color Andina com os povos nativos contribui para sustentabilidade do povo andino e da sua cultura. Tudo isso está no centro dos valores da marca, que acredita em produzir alimentos de forma sustentável, para melhorar a qualidade de vida de todas as pessoas envolvidas na cadeia produtiva, da produção ao consumo.

A produção da maca preta da Color Andina acontece em altitudes maiores que 4.000 metros em clima frio e seco, num solo rico em nutrientes. O ambiente garante a resistência da raiz, excluindo a necessidade de fertilizantes. Tudo isso para garantir a melhor substituta da tribulus terrestris em pó possível.

A colheita é feita anualmente e as sementes de cada safra são armazenadas para serem usadas na próxima plantação. Isso significa que não há modificação genética nas raízes utilizadas para produção da maca peruana da Color Andina.

O processo de produção envolve ainda: colheita manual, acondicionamento em cesto de vimes, secagem ao sol e moagem da raiz para transformar em pó. O resultado para os clientes é um alimento funcional:

  • Livre de adição de amidos ou conservantes;
  • Natural;
  • Vegano;
  • Com grau altíssimo de pureza;
  • E sem glúten.
×

Atenção

O e-mail inserido já está vinculado a uma conta existente. Para finalizar o pedido utilizando esse e-mail, acesse sua conta clicando no botão abaixo.

[]