[slide-anything id="3802"]

Produtos:

Maca peruana amarela: para que serve, quando começa a fazer efeito, efeitos colaterais e mais!

Maca Peruana Amarela

Você sabe o que é maca peruana amarela? Sabe que existem mais duas cores, a maca vermelha e a preta? A maca peruana amarela, a vermelha e a preta são tipos de alimentos originários da Cordilheira dos Andes conhecidos por suas propriedades nutricionais e terapêuticas. A maca peruana amarela, a vermelha e a preta são tubérculos cujo formato lembra muito o de um rabanete.

O uso da maca peruana amarela, da vermelha e da preta tem sido muito difundido em diferentes partes do mundo. A maca peruana amarela é a mais conhecida no Brasil por um motivo simples: a maca peruana amarela é a mais cultivada pelos povos andinos. Cerca de 70% das plantações familiares da Cordilheira dos Andes produz maca peruana amarela.

Nos últimos anos, a Color Andina Foods, empresa especializada em alimentação saudável, tem garantido acesso facilitado do brasileiro às outras duas variedades de maca, além da maca peruana amarela.

A Color Andina tem plantação própria de maca na Bolívia e, por esse motivo, consegue trazer para o Brasil, tanto a maca peruana amarela, quanto a maca vermelha e a maca preta.

Mas, afinal, para que serve a maca peruana amarela? E qual a diferença da maca peruana amarela, vermelha e preta? A maca peruana amarela, a vermelha e a preta apresentam efeitos colaterais? E quando começa a fazer efeito? Nesse artigo, vamos responder a essas perguntas e trazer muitas outras informações a respeito da maca peruana amarela, da vermelha e da preta. 

Para que serve a maca peruana amarela?

A maca peruana amarela, assim como as demais, vem se popularizando cada vez mais no mundo em função de seu alto poder nutritivo e terapêutico, além do seu poder de aumentar a libido e a fertilidade.

Não é à toa que ela ganhou o apelido de Viagra dos incas. Em especial a maca preta, que falaremos mais abaixo. Inúmeros estudos e pesquisas científicas comprovam diferentes benefícios trazidos pelo consumo da maca peruana amarela e das outras duas. 

Maca peruana amarela Color Andina

Maca peruana amarela: Afrodisíaco natural

A maca peruana tem efeito afrodisíaco cientificamente comprovado. Estudos realizados pela Universidade Cayetano Heredia, no Peru, e pelo endocrinologista Gustavo González, atestam sua eficácia no aumento da libido, do vigor e da potência sexual.

Num desses estudos, realizados com homens entre 24 e 44 anos, ficou comprovado que o consumo regular da maca peruana aumenta a produção de sêmen. Nas mulheres, a maca peruana reduz o estresse e aumenta o desejo sexual.

Maca peruana amarela: Controle da diabete

Em virtude da quantidade de fibras, a maca peruana é capaz de reduzir a absorção de glicose pelo organismo. As pesquisas indicam, também, que seu consumo regular inibe a ação de uma enzima que age no processo de digestão, o que ajuda a reduzir a inflamação associada a doenças crônicas, como diabetes tipo 2. 

Maca Peruana em Pó

Maca peruana amarela: Mãozinha pra emagrecer

A maca peruana pode ser uma aliada no processo de perda de peso. Por conter carboidratos complexos e fornecer muitas fibras, a maca peruana contribui para que a pessoa se sinta mais saciada e, assim, consuma menos alimentos. Além disso, as fibras ajudam o intestino a funcionar melhor, o que reduz aquela sensação de inchaço abdominal.

Maca peruana amarela: Melhora na menopausa

A menopausa normalmente é um período de muito desconforto para as mulheres em virtude da grande alteração hormonal pela qual o corpo passa. Por isso, é muito comum surgirem ondas de calor, alterações de humor, insônia, irritabilidade… A maca peruana ajuda a equilibrar os níveis hormonais e, assim, alivia esses sintomas.

Maca peruana amarela: Menos radicais livres

Por conter propriedades antioxidantes, a maca peruana ajuda a combater os famosos radicais livres, que danificam as células do corpo e podem até causar câncer.

Maca peruana amarela: De bem com a vida

A maca peruana contém flavonoides, que agem favoravelmente no corpo, atuando como uma “injeção” de disposição e ânimo. Sendo assim, o consumo da maca ajuda a reduzir a ansiedade e sintomas de depressão.

Maca peruana amarela: Amiga do coração

O consumo regular da maca peruana ajuda a controlar o colesterol ruim e a aumentar as taxas de colesterol bom, além de diminuir a hipertensão e ter efeito vasodilatador, devido à presença do ômega 3 em sua composição. Também é rica em potássio, nutriente importante para reduzir riscos de hipertensão.

Maca peruana amarela: Energia pra malhar

O consumo da maca peruana é muito indicado para as pessoas que querem melhor disposição para a prática de atividade física. Ela dá mais energia e ajuda a melhorar o desempenho nos exercícios. Seu uso depois das atividades ajuda a reduzir a fadiga muscular e as dores, uma vez que o consumo pós-treino diminui a quantidade de ácido lático e ácido malônico no organismo.

Maca peruana amarela: Proteção em alta

A maca peruana é muito rica em vitaminas do complexo B, vitamina C, zinco e magnésio, que ajudam o corpo a encontrar um equilíbrio imunológico.

Maca peruana amarela: Dose extra de ferro e cálcio

Rica em ferro, a maca peruana ajuda a combater a anemia. A maca peruana também tem mais cálcio que o leite e, por esse motivo, é indicada para mulheres, principalmente as que estão na menopausa, para ajudar a prevenir a ocorrência de osteoporose. 

Maca peruana amarela: Aumenta a fertilidade masculina

Dois estudos importantes e reconhecidos (da Universidad Peruana Cayetano Heredia e da Czech University of Life Sciences Prague, da República Tcheca) comprovaram que a maca peruana influencia positivamente na fertilidade masculina. Durante quatro meses foram avaliados homens com idades entre 24 e 44, no Peru, e 20 e 40 anos, na República Tcheca, e os pesquisadores chegaram à conclusão de que o consumo da maca peruana provocou um aumento da quantidade de sêmen e na mobilidade dos espermatozoides, situação que tornava os homens mais férteis.

Maca peruana amarela: Reduz disfunção erétil

O alimento também traz benefícios para pessoas com disfunção erétil. Um estudo divulgado no Journal of Andrology analisou homens com o problema. Aqueles que consumiram por quatro meses a maca peruana melhoraram o desempenho sexual em comparação com o grupo que não consumiu o alimento.

Qual a diferença da maca peruana amarela?

Os tubérculos de todas as variedades da maca peruana provêm das mesmas sementes, crescem em solos similares e pertencem à mesma espécie – Lepidium meyenii a.k.a Lepidium peruvianum. A maca é um alimento milenar e, ao longo de sua história, não se fazia diferença entre os tubérculos colhidos: todas as cores eram consumidas com o objetivo de aumentar a energia e a fertilidade.

Há pouco mais de 20 anos, novas pesquisas começaram a apontar que as macas de cores diferentes apresentavam, também, perfis nutricionais diferentes. A maca passou a ser dividida em 3 variedades: maca peruana amarela, vermelha e preta.

Mas, afinal, qual a diferença da maca peruana amarela, vermelha e preta? Vamos ver abaixo.

Maca peruana amarela é para todos

Maca peruana amarela e maca peruana vermelha

A maca peruana amarela, como citado anteriormente, é a mais comum, uma vez que é a mais cultivada nos Andes. A maca peruana amarela apresenta um sabor amendoado mais intenso e é tradicionalmente consumida por crianças, mulheres e homens para manter o equilíbrio, construir força, obter energia e prevenir problemas de saúde.

Embora possa ser consumida por qualquer pessoa, a ciência já comprovou que a maca peruana amarela é mais ativa no estímulo à produção hormonal feminina e, por isso, seu consumo é mais recomendado para mulheres.

Maca peruana vermelha é mais para elas

A maca peruana vermelha, assim como a maca peruana amarela, também é indicada para o consumo feminino. A diferença é que ela tem 32% a mais de proteínas e de aminoácidos. Assim, por ter uma concentração maior de seus nutrientes, apresenta mais resultados do que a maca peruana amarela.

De sabor mais doce e aroma mais suave, além de seu alto teor de oxidantes, a maca peruana vermelha é muito usada pelas mulheres peruanas para aumentar a fertilidade.

O pó obtido das raízes vermelhas mostrou, sob análise, ter maior concentração de compostos que podem atuar favoravelmente na atividade antioxidante e antitumoral. Mostrou, também, que contém um nível um pouco mais elevado de fito nutrientes como alcaloides, taninos e fitosteróis.

A maca vermelha tem, em sua cor, a representação da energia feminina, ou energia interna, aquela energia que nutre, equilibra e acalma. Homens também têm benefícios positivos por consumir maca vermelha, no entanto, há mais estudos ligando a maca vermelha aos benefícios na saúde feminina.

Esses estudos indicam que ela apresenta maior percentual de nutrientes essenciais no auxílio de tratamento natural das questões hormonais femininas (durante a TPM e na menopausa); melhora a libido e o desempenho sexual; é potente para estimular a fertilidade; bom para mulheres com dificuldades de engravidar.

Maca peruana preta é mais pra eles

A maca preta é conhecida como “a maca do homem”. Ela estimula a produção de testosterona e a espermatogênese, fazendo com o que o homem apresente mais vitalidade, mais disposição e maior construção muscular.

Em um estudo de 2009, na Universidade Peruana, a maca preta foi considerada a melhor maca para aumentar a motilidade e o volume da produção de esperma, bem como aumentar a libido.

Estudos comprovaram, também, que a maca preta combate males da andropausa, doenças da próstata e é um substituto natural da Tribulus Terrestre.

As pesquisas e a opinião de consumidores indicam que a maca preta funciona melhor para a fertilidade masculina e a libido do que a maca peruana amarela e a vermelha, mas as mulheres também podem ingeri-la. A maca, independentemente da cor, não contém hormônios. Em vez disso, ela estimula o corpo a alcançar um equilíbrio hormonal saudável. Por isso é chamada de ‘adaptógena’.

Maca peruana amarela: A maca peruana Color Andina é boa?

Pacotes de maca peruana amarela

Toda produção prima pela qualidade. Desde o momento da escolha das sementes, passando pelo plantio, colheita e secagem das macas. Não é à toa que a maca peruana Color Andina é boa para o consumo geral, uma vez que é um produto de excelência.

  • As famílias produtoras da Color Andina cuidam das plantações da maca que estão localizadas acima de 4.000m de altitude acima do nível do mar, num solo exposto a altíssima radiação ultravioleta e com grande equilíbrio de nutrientes. Nesse ambiente extremo, os produtores adotam as práticas ancestrais de manejo agrícola em seus plantios.
  • Não usam irrigação, seguindo o regime das chuvas
  • Adotam a agricultura biodinâmica, que obedece aos ciclos da lua
  • Preservam as sementes crioulas, ancestrais e sem modificação genética

Essa ancestralidade garante que os alimentos por eles cultivados mantenham características sensoriais de alta qualidade (cor, sabor e nutrientes), e o mais importante, uma raridade nos dias de hoje: produtos realmente naturais 100%, em sua plenitude.

Após colhida pelas próprias famílias, a maca é acondicionada em cestos de vime e exposta para secagem ao sol. Assim ela preserva todos os nutrientes e concentra os açúcares da maca, resultando em um produto premium com nutrientes preservados. A Maca Peruana da Color Andina Food é funcional, sem glúten, vegana, de produção orgânica, sem saborizantes ou conservantes, 100% pura e sem misturas.

Maca peruana amarela: Quando começa a fazer efeito

Maca peruana amarela em cápsulas

A maca peruana amarela, vermelha ou preta, sendo um alimento funcional e não um medicamento, apresentará efeitos a médio/longo prazo. Dependendo do organismo de cada pessoa, eles podem ser notados a partir da terceira semana de uso.

Para isso, é importante realizar o consumo consistente e contínuo da maca peruana amarela, vermelha ou preta, atentando-se às cores mais indicadas para cada caso.

Maca peruana amarela: Contraindicações e efeitos colaterais

A maca peruana tem se mostrado bastante segura quando consumida nas doses indicadas e não foram apontados efeitos colaterais até o momento. Mas é recomendável evitar o consumo excessivo,
assim como observar a saúde de quem tomar.

Pessoas com quadros de doenças hormonais e desequilíbrios hormonais devem evitar o uso da maca. Exemplos: câncer de mama, uterino e de ovários, endometriose ou fibrose uterina e disfunções hormonais que resultam em uma produção de hormônios superior ao normal.

Idosos ou pessoas com quadro de saúde graves devem sempre buscar orientação médica ou de nutricionista para consumir a maca peruana preta. Mulheres grávidas ou que estejam amamentando não devem fazer uso da maca peruana preta, pois não existem dados que comprovem a sua segurança nesse período.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin